UNIVERSIDADE ESTADUAL DO RIO DE JANEIRO (UERJ)
FACULDADE DE EDUCAÇÃO
Disciplina: SOCIOLOGIA DA EDUCAÇÃO
Professor: MARCO SILVA

www.uerj.br
www.saladeaulainterativa.pro.br
marcoparangole@uol.com.br

PROGRAMA
Ementa:
Objetivos:
Estratégias didáticas: 
Bibliografia:


Ementa:

A teoria social e a teoria da educação frente as transformações recentes da cultura, das instituições educacionais, da mídia e dos valores sociais.

voltar




Objetivos:


• Compreender os fundamentos teóricos-metodológicos da produção do conhecimento em Sociologia da Educação diante das transformações socioculturais contemporâneas.

• Relacionar aspectos da teoria social tradicional e contemporânea que contribuam para a análise das recentes modificações no social e na educação.

• Despertar a sensibilidade e a mobilização para a construção de novos referenciais teóricos para o tratamento da sociedade, da cultura e da educação.


I. O valor da tradição teórica: Durkheim, Marx, Bourdieu e Young.


• Os fundamentos sociológicos positivistas e marxistas: ordem, progresso, crítica social e luta de classes.

• A “teoria da reprodução” e a “nova sociologia da educação”: a escola como reprodutora o status quo sócio-econômico-cultural.


II. Novas abordagens sociológicas e desafios para a educação: Baudrillard, Maffesoli, Lyotard e Jameson.


• O “fim do sonho” ou o “fim dos grandes discursos modernos”: ideais coletivos de democracia, liberdade, igualdade e fraternidade.

• A banalização da vida e da morte: a violência como espetáculo e como consumismo.

• A mídia de massa buscando o consumidor de bens de consumo padronizados e ditando regras, estilos e gostos.

• A força da mídia e da rua e o enfraquecimento das instituições sociais clássicas (igreja, família, escola, política) na formação das novas gerações.

• O “neo-individualismo” e o “neotribalismo”.

• O “homo aestheticus”: a supervalorização do corpo, das sensações, do prazer, da beleza e da juventude.

• A “civilização das imagens”: a “geração MTV”, a “geração net”.

• Multiculturalismo e intolerância: raça, orientação sexual e religiosa.

• Relativismo na cultura, na ética e na estética.

• O mundo efêmero e decentralizado da tecnologia, a arte do consumismo e da indústria cultural.


III. Educar em nosso tempo: novas perspectivas para a sala de aula.


• Processos comunicacionais plurais, interativos e democráticos.

• Diálogo com a vida cotidiana cada vez mais tomada pela mídia e pela rua.

• Diálogo com a polifonia de interesses particulares e com a pluralidade de fronteiras raciais, culturais, sexuais e “tribais.

• A criação inventiva de soluções para os problemas sócio-educacionais.

voltar



Estratégias didáticas: 

• Aulas interativas onde o conhecimento se constrói na participação e na cooperação.

• Uso de tecnologias audiovisuais e valorização das “inteligências múltiplas”, da “inteligência coletiva”.

voltar




Bibliografia:

BAUDELOT, Cristian. “A sociologia da educação: para quê?”. In: Teoria & Educação, nº.
..... 3, Porto Alegre, 1991.

BAUDRILLARD, Jean. Simulacros e simulação. Lisboa: Relógio d’Agua, s/d, (original:
..... 1981).

__________. Tela total – mito-ironias da era do virtual e da imagem. Trad. Juremir M.
..... da Silva. Porto Alegre: Sulina, 1997.

CONNOR, Steven.Cultura pós-moderna.Trad. Adail U. Sobral e Maria S. Gonçalves.

DANDURAND, Pierre & OLLIVIER, Émile. “Os paradigmas perdidos: ensaio sobre sociologia
..... da educação e seu objeto”. In: Teoria & Educação, Porto Alegre, nº. 3, 1991.

DURKEHIM, Émile. Educação e sociologia. Trad. Lourenço Filho. São Paulo:
..... Melhoramentos, 1972.

ENGUITA, Mariano F. “Reprodução, contradição, estrutura social e atividade humana na
..... educação”. In: Teoria & Educação, Porto Alegre: nº. 1, 1990.

_________. “Educação e teorias da resistência”. In: Educação & Realidade, Porto Alegre,
..... 14(1), jan./jun. 1989.

JAMESON, Fredric. Pós-modernismo: a lógica cultural do capitalismo tardio. São Paulo:
..... Atica, 1996.

KUMAR, Krishan. Da sociedade pós-industrial à pós-moderna: novas teorias sobre o
..... mundo contemporâneo. Trad. Ruy Jungmann. Rio de Janeiro: Zahar, 1997.

LYOTARD, Jean-François. O pós-moderno. Trad. Ricardo C. Barbosa. Rio de Janeiro:
..... José Olympio, 1986.

MAFFESOLI, Michel. No fundo das aparências. Trad. Bertha H. Gurovitz. Petrópolis:
..... Vozes, 1996.

__________. O tempo das tribos - o declínio do individualismo na sociedade de massa.
..... Trad. M. de Lourdes Menezes. Rio de Janeiro: Forense-Universitária, 1987.

Marx, Karl. Manifesto do partido comunista. São Paulo: Graal, 1981.

_________. Crítica da educação e do ensino. Trad. Ana. M. Raboça. Lisboa: Moraes,
..... 1978

MORIN
, Edgar. Introdução ao pensamento complexo. Lisboa: Publicações Instituto
..... Piaget, s/d, (original francês: 1990).

NOGUEIRA, Maria Alice. “A sociologia da educação no final dos anos 60/início dos anos
..... 70: o nascimento do paradigma da reprodução”. In: Em aberto, Brasília, ano 9, nº.
..... 46, abr./jun. 1990.

SILVA, Marco. Sala de aula interativa. Rio de Janeiro: Quartet, 2000.

__________. “A geração 80/90 e o turbilhão audiovisual”. In: Imaginário social e
..... educação. Nilda Teves (org.), Rio de Janeiro: Griphus, 1992.

SILVA, Tomaz Tadeu. “A sociologia da educação entre o funcionalismo e o pós-
..... modernismo: os temas e os problemas de uma tradição”. In: Em aberto, Brasília, ano
..... 9, nº 46, abr./jun., 1990.

YOUNG, Michael. “Currículo e democracia: lições de uma crítica à nova sociologia da
..... educação”. In: Educação e Realidade, Porto Alegre, 14(1), jan./fev., 1989.

voltar