UNIVERSIDADE ESTADUAL DO RIO DE JANEIRO (UERJ)
FACULDADE DE EDUCAÇÃO
Disciplina: INFORMÁTICA, EDUCAÇÃO E SOCIEDADE
Professor: MARCO SILVA

www.uerj.br
www.saladeaulainterativa.pro.br

marcoparangole@uol.com.br

PROGRAMA
Ementa:
Objetivos:
Bibliografia:

Ementa:

O perfil das comunicações e da aprendizagem em sala de aula "presencial" e "à distância" a partir do novo paradigma comunicacional que emerge com a "era da informação", com a "cibercultura", com as tecnologias digitais: a interatividade.

voltar




Objetivos:

Formular a crítica do ambiente de ensino e aprendizagem marcado pela modelo comunicacional "Um-Todos", baseado na transmissão de informações, próprio da mídia de massa.

Buscar alternativas comunicacionais para a sala de aula e para a educação, tendo em vista a modificação paradigmática trazida pelas tecnologias informáticas interativas.

Módulo I:
O novo ambiente comunicacional


1. Era da informação: para além da sociedade pós-industrial.

2. Cibercultura: a cultura quotidiana na teia de computadores.

3.
Tecnologias digitais: hipertextuais, conversacionais, interativas.

Módulo II:
A emergência histórica da interatividade


1. A esfera infotecnológica: a tela do computador não é um plano de irradiação, mas um espaço de manipulação criativa.

2. A esfera mercadológica: as estratégias de marketing e as vantagens do diálogo produtor-consumidor-produto.

3. A esfera social: o novo espectador menos passivo e mais participativo diante da mensagem mais aberta à co-criação.

MÓDULO III:
Fundamentos da interatividade


1. Participação: a emissão disponibiliza múltiplas aberturas ("janelas") à intervenção do receptor.

2.
Bidirecionalidade: emissão e recepção participam de relações horizontais rompendo com a transmissão unidirecional.

3. Permutabilidade-potencialidade: a multiplicidade de redes de relações faz da mensagem um espaço de manipulação não-linear que permite combinações livres e criação de narrativas possíveis.

MÓDULO IV:
Crítica à comunicação em sala de aula


1. A educação se faz de A para B ou de A sobre B.

2. A comunicação está baseada no falar-ditar do mestre.

3. O Baixo nível de participação oral dos alunos.

4. A ênfase nas atividade solitárias.

5. A aprendizagem mecânica de conhecimento factual.

6. A distribuição do conhecimento.

MÓDULO V:
A autoria do professor e a interatividade


1. Atentar para as interações: o espaço de aprendizagem como organização ativa mobilizada por uma teia viva de interações.

2. Promover interatividade: o professor e o designer de software; a confrontação coletiva livre e plural.

voltar



Bibliografia: 

LÉVY, Pierre. Cibercultura. Trad. Carlos I. Costa. São Paulo: Ed. 34, 1999.

SILVA, Marco. Sala de aula interativa. Rio de Janeiro: Quartet, 2000.

TAPSCOTT, Don. Geração digital - a crescente e irresistível geração net. Trad. R. Bahr.
..... São Paulo: Makron Books, 1999.

voltar